Nomeada comissão para reforma do processo matrimonial canônico

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou na semana passada o nome do presidente e dos membros da Comissão especial de estudo para a reforma do processo matrimonial canônico, um organismo instituído pelo Papa Francisco no último dia 27 de agosto.

O comunicado assinala que “os trabalhos da Comissão iniciarão quanto antes e terão como objetivo preparar uma proposta de reforma do processo matrimonial, procurando simplificar procedimentos, tornando-os mais ágeis e salvaguardando o princípio da indissolubilidade do matrimónio”.

Esta Comissão será presidida por Dom Pio Vito Pinto, Decano do Tribunal da Rota Romana, e será composta pelos seguintes membros: Cardeal Francesco Coccopalmerio, Presidente do Pontifício Conselho para os Textos Legislativos; Dom Luis Francisco Ladaria Ferrer, Secretário da Congregação para a Doutrina da Fé; Dom Dimitrios Salachas, Exarca Apostólico para os católicos gregos de rito bizantino.

Também farão parte desta Comissão o Rev. Mons. Maurice Monier, Leo Xavier Michael Arokiaraj e Alejandro W. Bunge, Prelados Auditores do Tribunal da Rota Romana; o Rev. Nikolaus Schöch, O.F.M., Promotor Substituto do Supremo Tribunal da Assinatura Apostólica; o Rev. P. Konštanc Miroslav Adam, OP, Reitor da Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino (Angelicum); o Rev. P. Espinoza Jorge Horta, OFM, Decano da Faculdade de Direito Canónico da Pontifícia Universidade Antonianum; e o Prof. Paolo Moneta, ex-professor de Direito Canônico na Universidade de Pisa.